Convite dos padrinhos #camiejacob 5 anos de blog Casa das Amigas
27/10/2017
Closets bonitos e organizados

Sim! Eles são o sonho de consumo da maioria dos brasileiros e daqueles que estão procurando imóveis em Curitiba. Ainda mais quando aparecem naquelas revistas de celebridades, os closets dos artistas, geralmente roubam a cena porque são literalmente recheados de coisas, muitas delas valiosas, com espaços reservados para sapatos exclusivos, óculos, casacos, vestidos de grife, e muito mais. Uma verdadeira perdição.

O conceito de closet, que surgiu no século XVII como uma espécie de quarto privado onde se podia ler, realizar trabalhos artísticos ou até mesmo para dormir. Nessa época, alguns tinham até cama. Hoje o espaço serve tanto para homens quanto para mulheres que preferem ter um espaço específico para roupas e calçados, sem a necessidade de guarda-roupas no quarto e também porque é mais fácil para manter as peças a vista e a organização em geral.

Os closets de hoje são ambientes projetados, com o uso do vidro nos armários, o que facilita a visualização de roupas e sapatos. As portas e outros itens podem ser confeccionados de laminados, que propiciam a utilização de cores claras. Também há projetos de iluminação sofisticados para que todas as peças fiquem à vista.

Mas você sabia que você pode fazer um closet na sua casa? Isso mesmo. Quem esta na busca de apartamentos para alugar em Curitiba e até mesmo buscando casas à venda na capital paranaense, já pode reservar um espaço destinado a ele no imóvel que está pensando em fechar negócio. Não é um bicho de sete cabeças, acredite!

Foto: via Steal the Look

Por onde começar um closet

O primeiro passo é definir o espaço que você irá montar seu closet. Pode ser em um quarto que esteja sobrando na casa, nas dependências de empregada que não é utilizado, ou ainda você pode delimitar um espaço no próprio quarto com drywall. O ideal é dar uma boa olhada ao seu redor para planejar onde você pode instalar o seu tão sonhado cantinho.

O que não pode faltar em um closet

Às vezes temos peças em nosso guarda-roupa que ficam escondidas e acabamos usando apenas o que está visível e à mão, não é mesmo? Por isso, o que não pode falar no closet são prateleiras, cabideiros, ou seja, muito espaço para que as roupas fiquem visíveis. Hoje também existem vários modelos de aramados que podem ajudar muito para que tudo fique visível e organizado principalmente. Os tapetes também dão um charme no ambiente e evitam que você pise diretamente no chão ao trocar de roupa.

Para decorar, vale porta-retratos, quadros e até um projeto de iluminação, deixa o ambiente bem aconchegante e estiloso. Por falar em iluminação, a luz utilizada no seu espaço também precisa ser forte, para que não fique um ambiente escuro e para que não se confunda as cores das peças. Os gaveteiros também são ótimos para guardar objetos menores, peças pequenas e íntimas. Dependendo do espaço reservado para seu closet dá até para colocar umas cadeiras, pufes ou um sofá.

Closet com ou sem portas

Para quem não é muito organizado diariamente, os closets com porta são mais aconselháveis. A bagunça fica escondida e fechada no armário enquanto o seu quarto fica lindo e organizado. Outra vantagem é o fato de não acumular pó nas roupas e nas peças, porém há a possibilidade de mofo, mal cheiro de roupa guardada a algum tempo e ácaros, devido a falta de ventilação. Os closets com portas são semelhantes ao guarda-roupas. Nesse modelo podem ser colocados espelhos nas portas para dar amplitude no ambiente e para você se olhar de todos os ângulos.

Já para quem é organizado o ideal é o closet sem portas. Tudo fica visível e fácil de escolher e encontrar. As peças ficam arejadas e ventiladas o que diminui a possibilidade de mofo. Por outro lado, as roupas e objetos têm maior chance de ficarem empoeiradas.

Para quem quer aliar a facilidade de deixar tudo exposto, porém protegido da poeira, a dica é planejar um closet com porta de vidro. Os vidros permitem uma rápida visualização das roupas e acessórios como se nada estivesse entre eles e você. É possível pensar na roupa que irá usar sem precisar abrir as portas.

Foto: via Steal the Look

Organizando seu closet

Com o espaço preparado, chegou a hora de organizar seu closet. Para isso, separe tudo o que você não usa mais. É hora de desapegar, afinal você não vai querer entulhar seu closet novinho com coisas que nem te servem mais, certo?

Coloque todas as coisas iguais juntas. Todos os lenços, gravatas, meias, enfim, use essa técnica para tudo: todos os sapatos de salto, as sapatilhas, os tênis, os vestidos, e assim por diante. Outra dica é organizar as peças por situações ou programas: roupas de trabalho, roupas de sair, roupas da semana, roupas de final de semana, de praia. Ordene também as peças por cores, do claro ao escuro ou vice-versa. O armário fica lindo e harmonioso. Os casacos podem ir nos cabides certos, bem estruturados. O ideal é guardá-los abotoados, assim como as camisas, que devem ter sempre o primeiro e o último botões fechados. Pendure também as saias e vestidos com tecidos mais delicados que amassam com mais facilidade. As bolsas podem ser guardadas nas prateleiras superiores e com enchimento, dessa forma evita que elas estraguem.

Utilize embalagens de tnt, sacos de filó, caixas, sacos a vácuo que lacram a peça. As caixas organizadoras, com tags que indicam o que tem dentro, são perfeitas para serem usadas nas prateleiras.

Já para quem tem armário pequeno em relação ao número de peças, a dica é armazenar as roupas da estação em caixas e guardá-las. No verão, você pode guardar as peças do inverno, e vice-versa. O mesmo vale para as peças menos usadas.

Com essas dicas, basta você tirar um tempinho para planejar as suas ideias, se dedicar na hora de organizar e abusar da sua criatividade para montar um closet com a sua cara e ainda deixe a sua casa ou apartamento ainda mais valorizado.

Foto: via Steal the Look

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestGoogle+

0





© Casa das Amigas 2013, Todos os direitos reservados.
Design por Jessica Chan | Programação por Sara Silva