CDA Projetos - arquitetura & interiores Download: Calendário 1º trimestre de 2021

Resultados da Busca: 16 resultados para “tres por quadro”


19/04/2021
4 tons de cinza pra sua parede

Nós adoramos tons neutros e claros pra pintar os cômodos. E os tons de cinza, são versáteis e se encaixam nas mais diversas decorações. Por isso, hoje selecionamos 4 tons de cinza pra sua parede, os nossos preferidos e mais usados por aqui e nos nossos projetos.

Cores referência da Tintas Suvinil.

No escritório da Cami, ela usou o cinza Crômio, criando uma base neutra pro ambiente. Assim, foi possível colocar elementos coloridos, como o armário degradê em turquesa, os pendentes coloridos da mesa de reuniões, e os quadros. Além disso, combinou muito bem com o cimento queimado e também com a parede lousa.

Outra cor que gostamos muito, é a cor Prata. Ela é um tom mais escuro que a Crômio, e fica linda combinada com outros tons mais claros, e também com papel de parede. Aqui, foi usado na parede do fundo e também meia parede do quarto do baby da Cami. Combinou perfeitamente com o papel de parede, não acham? Nós adoramos o resultado!

Outro tom, que é muito usado, por ter um fundo ‘cinza quente’ e puxado pro ‘bege’, é o Ouro Branco. Nesse projeto, buscamos esse tom pra criar um leve contraste com os móveis brancos e amadeirados. Certamente ficou lindo, e pode receber objetos decorativos coloridos, sem comprometer.

E então, gostaram dessas cores? Já usaram algumas delas, ou estão pensando em usar? Vale sempre lembrar que as cores podem sofrer variações da tela, luz, etc. Então, sugerimos que sempre faça o teste de cor um pedaço da sua parede, pra ver se ficou como você imagina! Todas as cores indicadas, são da Tintas Suvinil.


0


24/10/2018
Tipos de luminárias: arandela

Depois de falarmos aqui no blog sobre diversos tipos de luminárias, desde pendentes, até sposts, hoje o nosso foco é na luminária de parede, a arandela. Lembramos sempre que é super importante pensar no projeto de iluminação no início do seu projeto, para tudo ficar harmônico e corretamente iluminado.

Projeto: Thaisa Bohrer | Foto: M7foto

Nós adoramos como a arandela pode ser prática, funcional e esteticamente agregar à sua decoração, criando efeitos incríveis! Nesse projeto que fizemos, queríamos delimitar o espaço da sala de jantar, e criamos um painel com arandelas de efeito, mudando completamente a percepção desse espaço, e deixando-o ainda mais acolhedor.

A arandela pode ser usada em todos os ambientes, desde que selecionada e posicionada de forma correta. Em áreas externas, é comum a utilização do modelo tartaruga, que é resistente às intempéries e ilumina bem o jardim, fachadas, etc. Já na sala, por exemplo, ela pode ser utilizada como um efeito decorativo, ou direcionar para iluminar um quadro, e alguns modelos são verdadeiras obras de arte, e por si só já preenchem o espaço.

Mas os ambientes em que são mais utilizadas, são nos quartos, banheiros e lavabos, valorizando a decoração e, claro, servindo como um apoio na iluminação geral e focos dos ambientes. Nos quartos, é ótimo pra não ocupar espaço no criado, além de criar uma luz de apoio e de leitura também. Nos banheiros, são ótimos para ter uma iluminação próxima à altura do rosto, e completam a decoração, adoramos como eles trazem charme também, e estilo pro espaço.

Projeto: Thaisa Bohrer | Foto: M7foto

Gostaram das nossas dicas dos tipos de luminárias que costumamos usar nos nossos projetos? Contem pra gente, vocês sempre pensam na iluminação, e como ela pode valorizar a sua decoração? Esperamos ter ajudado com todas essas ideias e dicas de luminárias diferentes, que podem ajudar vocês no dia a dia, e claro, deixar os ambientes mais lindos! Beijos!


0


17/10/2018
Tipos de luminárias: spots e plafons

Uma iluminação adequada faz toda a diferença na sua decoração, e interfere totalmente na sua percepção sobre o espaço, por isso é importante que o seu projeto de iluminação contemple todas as suas necessidades, e esteja de acordo com o seu ambiente. Já falamos aqui de pendentes, lustres, luminárias de piso e de mesa, e hoje vamos dar continuidade à nossa série de tipos de luminárias falando sobre spots e plafons!

Muitos imóveis, como casas e apartamentos, possuem apenas um ponto central no ambiente, como na sala de estar, de jantar, quarto, banheiro… Então esse ponto é o responsável por iluminar adequadamente todo o seu ambiente, sendo uma luz geral, e para isso, uma das luminárias mais utilizadas é o Plafon.

Foto: Cliente CDA Projetos

Eles podem ser de sobrepor (usado geralmente quando não tem forro de gesso no ambiente, sendo instalado diretamente na laje) ou ainda embutidos, quando tem algum forro de gesso, por exemplo. Os modelos são muito variados, e os mais utilizados hoje são os plafons de LED (placa de LED), tanto para cozinhas, banheiros, escritórios, etc, variando a intensidade e tonalidade da luz. No escri da Cami, para a iluminação geral, ela optou por colocar os plafons de LED embutidos no forro de gesso; já no banheiro, como não tinha gesso, usou-se o plafon de sobrepor.

Já os spots,  são itens que criam uma iluminação direcionada, dando destaque a itens decorativos, como quadros, ou a uma parede com revestimento diferenciado. O primeiro spot que vamos destacar, é o de embutir, utilizado quando existe um forro no teto e também em móveis, e pode ser combinado com outras luminárias para criar um efeito no ambiente, deixando-o mais aconchegante. Para quem deseja ter um destaque também no teto, pode utilizar o spot de sobrepor, direcionando a luz para os objetos, ou até mesmo auxiliando na iluminação de uma mesa de trabalho.

Fotos: Casa das Amigas

Pra finalizar, o spot de trilho está sendo cada vez mais utilizado quando temos apenas um ponto central, e queremos ter mais do que um foco de luz. Assim você consegue colocar várias lâmpadas, iluminando melhor o seu ambiente, e também sendo possível destacar vários objetos de uma só vez. Além disso, o seu uso tem crescido também pelo seu aspecto mais industrial, estilo de decoração que está super em alta! Logo vamos trazer mais conteúdo de luminárias, continuem acompanhando!

Foto: Rodrigo Pequeno


0


03/10/2018
Tipos de luminária: de piso e de mesa.

Sempre falamos que a iluminação faz toda diferença no seu ambiente, podendo destacar algum objeto, quadro ou textura, assim como te auxiliar iluminando corretamente a mesa de trabalho, ou até a mesa de jantar… Esses dias já falamos pra vocês aqui no blog sobre dois tipos de luminárias,  pendentes e lustres, e hoje vamos trazer mais conteúdo sobre as luminárias de piso e de mesa.

Foto: Casa das Amigas

Pra trazer aconchego pro seu ambiente, não apenas o tipo de lâmpada é importante, mas a luminária também pode ajudar nesse quesito, como por exemplo, criando um cantinho de leitura com uma poltrona confortável e uma luminária de piso (ou de coluna), sendo não apenas um objeto decorativo, mas também funcional para o seu dia a dia, ou até mesmo pra criar uma iluminação indireta em um quarto de bebê. Usamos muito em nossos projetos, olha só que legal:

Claro que essa luminária vai muito além, e serve em diversos ambientes, como quartos, salas, varandas, hall… Tudo depende da sua necessidade, já que ela também pode completar a sua decoração, apenas observe se ela combina esteticamente e principalmente, se ela cabe no seu espaço, pra não atrapalhar na circulação das pessoas no seu ambiente.

Outra luminária, a de mesa, também tem essas funções já citadas anteriormente, criando espaços agradáveis, mas ela precisa de um local de apoio para ficar na altura adequada… Seja um criado mudo, uma mesinha lateral, ou até um banco, então o tamanho do seu espaço disponível para colocá-lo também vai influenciar no modelo escolhido – seja ele maior ou mais compacto. Aqui no escritório da Cami, a luminária ajuda a iluminar e decorar o estar, ficou incrível, e pra não ocupar muito espaço na mesa lateral, optou por um modelo de base compacta!

Foto: Rodrigo Pequeno

Muito utilizada em quartos, para deixar a luz reduzida na hora de dormir, servindo de apoio e evitando ofuscamento, como nos nossos quartos (sim, temos luminárias de mesa iguais! hahaha), e também em escritórios, para trazer uma luz mais adequada para o seu trabalho ou estudo… Mas convenhamos que na sala de estar também traz charme e pode servir de luz auxiliar na hora de assistir um filme e criar um clima mais aconchegante, concordam? Ah, ainda vale lembrar que o famoso abajur é um tipo de luminária, mas ele é bem definido com uma haste de sustentação e uma cúpula (de tecido, de vidro, metal…), e as luminárias de mesa em geral, tem modelos variados, ok?

E ai, gostaram das dicas de hoje? Logo teremos outros tipos de luminária por aqui, fiquem de olho! Beijos!


0


22/08/2017
Dicas práticas de decoração para casas com crianças pequenas

Uma casa com crianças precisa de atenção redobrada, tudo para que os pequenos fiquem em segurança e possam se divertir sem maiores preocupações. Por isso trouxemos algumas dicas de decoração com o que deve ser levado em conta ao escolher o mobiliário dos lugares da casa onde a criança passa a maior parte do tempo. Confira!

  • Na sala

Esqueça aquele sofá branquinho e dê espaço para uma decoração um pouco mais escura, caso você não esteja pensando (ainda) em trocar de sofá, pode investir em capas protetoras. Existem algumas bem resistentes e que fazem muito bem o serviço de proteger seu sofá e amenizar sua preocupação sobre como tirar mancha de chiclete ou rabiscos de caneta depois.

Dê preferência para as mesinhas de centro mais resistentes e nem pense em vidro, pois as crianças podem subir em cima! Prefira uma superfície mais resistente, como um modelo revestido em aço ou de madeira. Ainda para a segurança de seu filho, tampe todas as tomadas com protetores específicos para tanto. Você pode encontrar alguns modelos bem diferentes, estilosos e divertidos, como os que imitam uma casinha de ratinho, um curativo…

Os vasos podem ser descartados da decoração, pois são uma ameaça constante para os pequenos. Evite também objetos pendurados como quadros emoldurados e lustres – inclusive abajures – para evitar que eles se pendurem. Mas também não precisa deixar sua parede pelada, uma alternativa muito prática são as fitas colantes que substituem perfeitamente os pregos mantendo os quadros colados na parede.

Foto: Donnie Ray Jones/Flickr

O piso que mais se adequa a uma casa com crianças são os de madeira, por serem extremamente fáceis de limpar, basta um paninho com um produto de limpeza que tudo estará pronto para a próxima bagunça! Porém esta pode não ser a melhor opção para as crianças menores, que costumam cair constantemente quando estão aprendendo a dar seus primeiros passos.

Uma alternativa seria os carpetes modulares, já que são resistentes e tem um preço razoável. Assim, se o pequeno derrubar uma garrafinha de suco não será preciso se preocupar com manchas no carpete, basta trocar o pedaço afetado apenas.

  • No quarto

Os quartos de crianças costuma ficar entulhados de brinquedos, e as paredes também são vítimas da criatividade aflorada de quem está descobrindo o mundo. Um ponto importante é sempre separar um espaço exclusivo para os brinquedos, para quartos maiores você pode preparar uma área em um cantinho e até colocar um cercadinho onde as crianças deverão manter todos dentro.

Como dito acima, elas adoram rabiscar e desenhar, e isso não deve ser reprimido, pois é fundamental para seu desenvolvimento. Uma ideia para salvar as paredes e móveis – e o trabalho de se preocupar em como tirar a marca dos riscos depois – é investir em uma lousinha. Ela pode ser posicionada em um canto do cômodo reservado especialmente para o pequeno fazer sua arte.

Foto: Amy Gizienski/Flickr

Outra ideia legal são os painéis magnéticos, que podem ser pregados à parede e usados para dar asas à imaginação dos pequenos. Basta adquirir peças com imãs ou até fazer isso você mesmo, colando imãs em bloquinhos de madeira, moldes de plásticos, desenhos recortados em cartolina dentre outras várias opções, que contribuem para a personalidade do ambiente.

No quesito piso, como a criança passará uma boa parte do dia em seu quartinho, que tal cobrir uma área do chão com um tapete emborrachado? É muito fácil encontrar esses tapetes de EVA em formato de quebra-cabeças e mega coloridos, com letras, desenhos e até revestidos em pelúcia. Eles ajudam a criar a atmosfera infantil do quarto, dando um toque especial enquanto colaboram para a segurança do seu filho.

Foto: Donnie Ray Jones/Flickr

Quanto aos móveis, dê preferência àqueles com cantos arredondados para evitar acidentes, e aos que possam servir para mais de uma utilidade. Um exemplo são os banquinhos que possuem um espaço interno como se fossem um baú, o qual pode ser usado para guardar brinquedos, roupa de cama, fraldas etc. Além de úteis e de colaborar para a organização, ainda podem servir como elemento de decoração, valorizando o ambiente.

*Este post foi feito em parceria com OMO | Não é publi!


0


04/02/2014
Dicas para Salas de Jantar Pequenas

Como sabemos que a maioria dos nossos leitores AINDA não moram em mansões gigantes, super espaçosas rsss, resolvemos atender a demanda, e mostrar para vocês, que SIM, um apartamento (ou casa) pequeno, pode ser um espaço bem aproveitado, e MUITO bem decorado!

A inspiração de hoje vai para as salas de jantar, um espaço que merece de destaque em qualquer casa, por se onde recebemos amigos, fazemos nossas refeições, jogamos papo fora, ou seja, muitos dos momentos mais agradáveis que temos, se passam neste lugar, então vale a pena caprichar.

Não é porque temos uma sala pequena que ela não pode ser elegante e acolhedora. Primeiro, devemos levar em consideração a forma dos móveis, e dos elementos decorativos que gostaríamos de usar, para aproveitar melhor o espaço. Um truque que funciona muito bem, é utilizar cores claras, que ajudam a aumentar o ambiente; as cores mais fortes podem se concentrar em detalhes como tapetes, quadros, objetos de decor etc.

Outro elemento que dá um up em qualquer espaço pequeno são os espelhos, eles refletem a luz, e dão sensação de amplitude, com certeza, se sua sala é pequena, ela merece um bom espelho, ou porque não vários? rs

Quanto aos móveis, os mais baixos e compactos são as melhores opções, mesas redondas são mais fáceis de “encaixar” em espaços pequenos, por isso são uma ótima pedida. Mesas quadradas também são legais, opte pelas de 4 lugares, que vão acomodar bem você e seus convidados. Quando for escolher cadeiras, opte por cadeira mais finas e leves, nada muito pesado, assim você economiza espaço, e pode caprichar no design também, o que não falta são opções bacanas.

Na decor não há muitas regras (além da diquinha dos espelhos), o que vale é deixar a sala com a sua cara, uma dica bacana é caprichar na iluminação, lustres diferentes, iluminação direcionada, quanto mais luz na sala, maior a sensação de espaço!

Bom, essas são algumas diquinhas básicas para aproveitar bem sua sala de jantar, vejam agora algumas ideias inspiradoras que separamos para vocês!

Beijinhos, Ana, Cami e Lola

SALAS-03 SALAS-04 SALAS-05 SALAS-06

Imagens via Pinterest


1




© Casa das Amigas 2020, Todos os direitos reservados.