CDA Projetos - arquitetura & interiores 2 estilos de decor em um mesmo espaço

Arquivo da tag '#omo'



22/08/2017
Dicas práticas de decoração para casas com crianças pequenas

Uma casa com crianças precisa de atenção redobrada, tudo para que os pequenos fiquem em segurança e possam se divertir sem maiores preocupações. Por isso trouxemos algumas dicas de decoração com o que deve ser levado em conta ao escolher o mobiliário dos lugares da casa onde a criança passa a maior parte do tempo. Confira!

  • Na sala

Esqueça aquele sofá branquinho e dê espaço para uma decoração um pouco mais escura, caso você não esteja pensando (ainda) em trocar de sofá, pode investir em capas protetoras. Existem algumas bem resistentes e que fazem muito bem o serviço de proteger seu sofá e amenizar sua preocupação sobre como tirar mancha de chiclete ou rabiscos de caneta depois.

Dê preferência para as mesinhas de centro mais resistentes e nem pense em vidro, pois as crianças podem subir em cima! Prefira uma superfície mais resistente, como um modelo revestido em aço ou de madeira. Ainda para a segurança de seu filho, tampe todas as tomadas com protetores específicos para tanto. Você pode encontrar alguns modelos bem diferentes, estilosos e divertidos, como os que imitam uma casinha de ratinho, um curativo…

Os vasos podem ser descartados da decoração, pois são uma ameaça constante para os pequenos. Evite também objetos pendurados como quadros emoldurados e lustres – inclusive abajures – para evitar que eles se pendurem. Mas também não precisa deixar sua parede pelada, uma alternativa muito prática são as fitas colantes que substituem perfeitamente os pregos mantendo os quadros colados na parede.

Foto: Donnie Ray Jones/Flickr

O piso que mais se adequa a uma casa com crianças são os de madeira, por serem extremamente fáceis de limpar, basta um paninho com um produto de limpeza que tudo estará pronto para a próxima bagunça! Porém esta pode não ser a melhor opção para as crianças menores, que costumam cair constantemente quando estão aprendendo a dar seus primeiros passos.

Uma alternativa seria os carpetes modulares, já que são resistentes e tem um preço razoável. Assim, se o pequeno derrubar uma garrafinha de suco não será preciso se preocupar com manchas no carpete, basta trocar o pedaço afetado apenas.

  • No quarto

Os quartos de crianças costuma ficar entulhados de brinquedos, e as paredes também são vítimas da criatividade aflorada de quem está descobrindo o mundo. Um ponto importante é sempre separar um espaço exclusivo para os brinquedos, para quartos maiores você pode preparar uma área em um cantinho e até colocar um cercadinho onde as crianças deverão manter todos dentro.

Como dito acima, elas adoram rabiscar e desenhar, e isso não deve ser reprimido, pois é fundamental para seu desenvolvimento. Uma ideia para salvar as paredes e móveis – e o trabalho de se preocupar em como tirar a marca dos riscos depois – é investir em uma lousinha. Ela pode ser posicionada em um canto do cômodo reservado especialmente para o pequeno fazer sua arte.

Foto: Amy Gizienski/Flickr

Outra ideia legal são os painéis magnéticos, que podem ser pregados à parede e usados para dar asas à imaginação dos pequenos. Basta adquirir peças com imãs ou até fazer isso você mesmo, colando imãs em bloquinhos de madeira, moldes de plásticos, desenhos recortados em cartolina dentre outras várias opções, que contribuem para a personalidade do ambiente.

No quesito piso, como a criança passará uma boa parte do dia em seu quartinho, que tal cobrir uma área do chão com um tapete emborrachado? É muito fácil encontrar esses tapetes de EVA em formato de quebra-cabeças e mega coloridos, com letras, desenhos e até revestidos em pelúcia. Eles ajudam a criar a atmosfera infantil do quarto, dando um toque especial enquanto colaboram para a segurança do seu filho.

Foto: Donnie Ray Jones/Flickr

Quanto aos móveis, dê preferência àqueles com cantos arredondados para evitar acidentes, e aos que possam servir para mais de uma utilidade. Um exemplo são os banquinhos que possuem um espaço interno como se fossem um baú, o qual pode ser usado para guardar brinquedos, roupa de cama, fraldas etc. Além de úteis e de colaborar para a organização, ainda podem servir como elemento de decoração, valorizando o ambiente.

*Este post foi feito em parceria com OMO | Não é publi!


0



06/12/2016
Roupa de cama: como combinar e cuidar de seus lençóis

bedroom-1807837_1280

Foto

Muitos sonham com os quartos de capa de revista, mas não fazem muito pelo seu próprio. Seja por estarem sempre saindo correndo para o trabalho, terem preguiça de guardar corretamente a roupa de cama (especialmente por não fazerem ideia de como dobrar lençol de elástico), acharem que não tem orçamento para um enxoval de boa qualidade ou imaginarem que só arquitetos ou decoradores profissionais conseguem fazer aquelas combinações lindas como nas casas dos famosos.

No entanto, um pouco de dedicação e atenção já são suficientes para mudar a cara de um quarto, transformá-lo em um lugar mais prazeroso de passar o tempo e até melhorar suas noites de sono e ânimo – pois já sabemos, bagunça e desarrumação na casa trazem os mesmos impactos para a nossa vida pessoal. Então comece agora a cuidar melhor do seu cantinho. Não sabe por onde começar? Separamos algumas dicas para não ter erro!

Tipos e materiais

pexels-photo-164595

Foto

A escolha do material é muito importante pois ela irá influenciar não apenas na durabilidade das peças, mas diretamente na qualidade do seu sono, pois a textura pode agradar ou não o toque e, dependendo da temperatura, a escolha errada do tecido pode trazer incômodos na hora de dormir, lhe deixando muito quente ou com frio!

Por isso, o primeiro passo na hora de comprar sua roupa de cama é escolher tipos variados de jogos. Para quem está fazendo o primeiro enxoval, o ideal é começar com três: um com lençóis mais finos, com menos fios e tramas mais abertas para o verão; outro mais grosso e pesado, talvez até flanelado, para o inverno; e um jogo de qualidade superior. Um de melhor padrão significa tecidos com mais fios, de 300 a 400 (quantidade relativa por polegada quadrada, os mais comuns devem ter 180 pelas normas), com toque macio e sedoso, que irão proporcionar conforto e elegância.

Peças 100% algodão são ideais para isso, considere investir um pouquinho mais em um algodão egípcio, que naturalmente possui fibras mais longas e finas, gerando uma trama mais uniforme, com maior maciez e resistência, já que os fios se encontram mais entrelaçados. Outros tecidos como o jérsei, poliéster e viscose também são indicados. Só não se esqueça de comprar as peças do tamanho adequado para a medida de sua cama.

Design e cores

beach-house-interior-1505461_1280

Foto

Com os tipos de jogos de cama em mente, o legal agora é pensar no design e na combinação de cores. Se o seu quarto for composto por tons neutros e claros, terá mais liberdade para ousar na diversidade de coloração e estampas dos lençóis, colchas e edredons. Já se tiver muitas cores nas paredes e decoração, o ideal é balancear a roupa de cama de acordo, selecionando tons mais neutros e dando alguns toques coloridos apenas – seja com a capa dos travesseiros, almofadas, ou uma mantinha dobrada ao pé da cama – que estejam em sintonia com o restante da decoração.

Não precisa usar necessariamente as mesmas cores, mas sim tons que se complementam, por exemplo combinar um laranja mais claro com cinza. Foque em variações das mesmas cores, para não ficar muita informação ao olhar! Alguns aconselham se evitar roupa de cama escura, mas dependendo da pintura, elas podem gerar um contraste legal sem sobrecarregar. Na dúvida, prefira peças brancas e lisas, que podem ser realçadas com uma colcha colorida. Outra cor que fornece suavidade é o bege, já o cinza também pode ser considerado uma cor “neutra”, que vai com tudo.

untitled

Foto

Na hora de definir os padrões de cores, escolha entre tons quentes, mais convidativos, como o vermelho, amarelo, marrom e até rosa; ou frios, azul, verde e cinza, que ajudam a acalmar e relaxar. Se for pelas estampas fique atento para o estilo do quarto e ao seu próprio, no senso comum, os florais são preferidos pelas mulheres, por deixarem o quarto mais feminino e delicado, e os desenhos mais geométricos ficam melhor nos quartos masculinos. Mas isso não é regra, sendo que esse tipo de estampado e o uso de linhas fornece um visual mais moderno e jovial.

Se tiver painéis de madeira escura no quarto, pense em tons relacionados para iluminar o ambiente, preferindo uma alternância entre cores mais claras e vivas, como o laranja ou o verde. Já para as madeiras com tons mais amarelados e mais claras, prefira cores que tragam contraste e não “desapareçam”, como um marrom, vermelho ou azul.

pexels-photo-90319

Foto

Cuidados 

Não adianta nada gastar com uma roupa de cama bonita e de qualidade e não a tratar de acordo, estragando o tecido na primeira lavagem pois não leu as instruções da etiqueta. Alguns materiais não podem ser secados na máquina por exemplo, somente no varal e à sombra. Até coisas como dobrar lençol de elástico corretamente e guardar a roupa de cama em local apropriado podem fazer diferença e influenciam na sua conservação.

Esses cuidados são essenciais inclusive para a sua saúde, já que você passa um bom tempo sobre e entre seus lençóis e com o rosto encostado no travesseiro, se as peças não estiverem bem limpas, podem disseminar doenças e acarretar em alergias, devido ao acúmulo de ácaros e mofo. Portanto deixa-as sempre limpinhas e ventiladas.

Evite sentar com a roupa que veio da rua ou colocar o pé com sapatos em cima da cama, esse local deve ser reservado para o sono. Também não deixe a toalha molhada jogada em cima da cama, o que gera umidade e propicia o aparecimento de fungos. Outra dica interessante: se atente para não dormir com maquiagem ou outros produtos, como cremes oleosos, que podem deixar manchas nos lençóis, as quais dificilmente vão sair depois.

untitled2

Foto

Troque a roupa de cama uma vez por semana e aproveite para deixar o colchão ventilando ou até um pouco ao sol, para respirar e evitar o acúmulo de microrganismos. Você pode utilizar capas de colchão e travesseiro, especialmente se tiver alguma alergia respiratória, além disso, dispense os travesseiros quando estiverem muito gastos e deformados.

Como lavar, secar passar e organizar

Ao lavar suas peças, utilize água morna ou fria, pois altas temperatura podem danificar e encolher os tecidos, e utilize um sabão mais neutro e com perfumes suaves: os muito fortes também podem atacar sua alergia. Para evitar o aparecimento daquelas irritantes bolinhas, que fazem parecer que está dormindo sobre areia, evite lavar as colchas e lençóis com outras peças de roupa e não misture materiais diferentes, nem peças com zíper, velcros e botões.

Como já falamos, evite utilizar a secadora de roupas e também dispense o ferro para as colchas e edredons. Assim que retirar as peças do varal – cuidado para não deixar que fiquem muito secas e esturricadas, o que dificulta depois na hora de passar – e dobre-as logo para evitar que amassem excessivamente, mesmo que coisas como dobrar lençol de elástico pareçam complicadas a princípio.

untitled3

Foto

Para deixar tudo guardado bonitinho ao invés de formar pilhas sem equilíbrio, os lençóis e fronhas devem estar bem lisinhos e o ferro ajuda com isso: comece pelas pontas e depois vá dobrando ao meio e passando cada lado. Mantenha toda a roupa de cama armazenada junta, o importante é estarem bem organizadinhas, mantendo os conjuntos e com fácil acesso.

Por último, sempre depois que se levantar não arrume a cama imediatamente, deixe ela esfriar e arejar um pouco antes de fazer a cama completa: lençóis, fronhas, colcha, almofadas e eventualmente uma manta ou uma saia. Assim será bem mais gostoso quando chegar cansado do trabalho encontrar um quarto arrumadinho, uma cama aconchegante e uma casa com mais harmonia!

*Este post foi feito em parceria com OMO | Não é publi!

avatar-03

Instagram ♥ Pinterest ♥ Facebook ♥ Twitter ♥ Youtube ♥ Bloglovin ♥ Snapchat: casadasamigas

♥ Nosso escritório: CDA projetos ♥ Nossa lojinha:  Casa das Amigas {decoração & papelaria}


0



03/11/2016
Como montar um quarto de bebê acolhedor, prático e seguro

Um dos momentos mais prazerosos para futuros papais é o de montar o quarto do bebê. Enquanto ele ou ela não chega, nada melhor que escolher a cor, móveis, e brinquedos para diminuir a ansiedade. Além dos milhares de opções de decoração e estilos, é essencial se preocupar com a segurança do cantinho do recém-nascido. Por isso, preparamos algumas dicas para te ajudar a montar algo voltado para a proteção do bebê, mas ao mesmo tempo aconchegante e agradável.

Começando o quebra-cabeça: disposição dos móveis

quartobebe-dicas01

Tabitha Blue|Flickr

O primeiro passo é pensar a distribuição dos móveis no ambiente. Evite colocar o berço ou qualquer peça “escalável” perto de janelas nem cortinas. Lembre-se: o intuito aqui é montar um quarto livre de acidentes e às vezes as coisas mais banais e aparentemente inofensivas podem se tornar elementos perigosos para os mais pequenos.

Organizando o ambiente

Além do berço, uma peça que não pode faltar é o trocador. Sempre os posicione distantes um do outro. Se não dispuser de muito espaço, mantenha um intervalo de 20 a 30 cm entre eles, para evitar que o bebê escale.

Mais uma dica importante é deixar tudo o que precisa na hora de trocar o bebê ao seu alcance, para não ter que se distanciar da criança no meio de uma troca. Uma sugestão é pendurar uma prateleira na parede sobre o trocador, mas cuidado, o que for usar deve ser de fácil acesso aos adultos apenas!

quartobebe-dicas02

Tabitha Blue|Flickr

Outra ideia é transformar a superfície da cômoda em trocador, assim poderá guardar pomadas, fraldas e roupinhas nas gavetas. Quando tiver o enxoval quase completo comece a organizar tudo no quartinho. Quando lavar as roupas do bebê, guarde-as em sacos plásticos ou em caixas organizadoras com tampas. Separe por tamanhos e tipos de peças e coloque etiquetas para facilitar a identificação. Para saber que cuidados deve ter quando lavar as roupas do bebê clique aqui.

Bonitinhos, mas problemáticos: o que evitar

Tente não usar tapetes, eles trazem dois problemas: qualquer desnível, por menor que seja, já é um degrau em que o bebê pode tropeçar e cair. E por mais que você mantenha a casa limpa, os tapetes acumulam sempre pó e ácaros, o que pode desencadear alergias respiratórias.

Outro elemento muito usado para embelezar o quarto são as almofadas de berço. Teoricamente lindas e aconchegantes, elas podem ser muito perigosas e até promover sufocação, além de também facilitarem a escalada para fora do berço.

No que apostar

Falando em itens de decoração bonitos e chamativos, os móbiles podem ser bem-vindos por promoverem um excelente estímulo, despertarem a imaginação e distrairem os bebês, mas a partir do momento que a criança já conseguir sentar, ela pode puxar o móbile e acabar se machucando. Para evitar acidentes desnecessários, suspenda-os a uma altura maior, para que a criança não consiga se dependurar.

Escolhendo o tema certo

quartobebe-dicas03

Jennifer S-K | Flickr

Um dos momentos mais divertidos é o de pensar em temas para o quartinho do bebê e, a partir disso, se basear para a escolha do esquema de cores, tecidos, papéis de parede, etc. Gaste um tempinho com essa decisão, pois muitos estudos indicam que as cores podem influenciar o humor, comportamento e até aprendizado e saúde da criança. Então, a decoração e pintura certas podem melhorar o sono e o desenvolvimento do recém-nascido.

Tente manter um balanço entre as cores quentes (como laranja, amarelo marrom, vermelho), que criam uma atmosfera mais confortável e frias (azul, verde, roxo), que promovem uma sensação calmante e ajudam a relaxar.

Você ainda poder usar o tema escolhido como inspiração para a decoração não só do quarto, mas do chá de bebê, convites e lembrancinhas de nascimento. Se está com a cabeça cheia de preocupações e precisa de ajuda com ideias, pode pedir uma papelaria de festa personalizada, que irá bolar um tema customizado para você.


*Este post foi feito em parceria com OMO | Não é publi!


0



19/07/2016
10 ideias inteligentes de decoração e organização da lavanderia

A lavanderia ou área de serviço é, geralmente, o ambiente menos valorizado na casa, não é verdade? Mas vale lembrar que passamos um bom tempo de nossas vidas nesse espaço. Seja realizando tarefas como lavar roupa na máquina, tirar manchas ou passar camisas.

Por isso, ele deve fazer você se sentir bem enquanto desempenha os afazeres inevitáveis de um lar.

Dessa forma, veja a seguir dez ideias inteligentes de decoração e organização da lavanderia.

lavanderia01

1. Um cesto de roupa suja para cada tipo: brancas, escuras e coloridas. Além de ter modelos que são um charme, você poupa um tempo precioso na hora da lavagem das peças. Para dicas práticas sobre separação e como lavar roupa na máquina, clique aqui.

2. E que tal um armário com portas que têm escrito o que vai naquela seção? Assim tudo fica em seu devido lugar e a bagunça escondida longe dos olhos.

3.Um painel magnético tem mil e uma utilidades na área de serviço. Eles são úteis para tirar do caminho itens como tesouras, ferramentas ou mesmo aquelas moedas perdidas que você encontra no bolso das calças quando vai colocá-las na máquina.

lavanderia02

4. Ganchos na parede são uma excelente maneira de economizar espaço. Além de perfeitos para pendurar itens como cestinho de pregadores, escovas e ferro de passar. Uma dica legal é pendurar também um puxa-saco para guardar meias avulsas até que elas encontrem seu par!

5. Faltando espaço nos armários ou precisando de um espaço adicional para as tarefas domésticas? Uma bancada sobre a máquina de lavar resolve isso rapidinho.

6. Uma fonte comum de frustração na lavanderia (além das intermináveis pilhas de roupa suja) é encontrar um lugar para todos os materiais de limpeza. Solução: um cesto ou bandeja de armazenamento para os produtos mais utilizados no dia a dia.

7. Seja para espaços amplos ou compactos, outra solução inteligente é uma tábua de passar embutida no armário. Sendo assim tirou, passou, guardou.

lavanderia03

Veja aqui mais ideias para lavanderia

8. Quando se trata da área de serviço, a funcionalidade vem sempre em primeiro lugar. Mas isso não quer dizer que a lavanderia da sua casa precisa ser sem graça. Papéis de parede, desde que sejam à prova d’água, estão liberados.

9. Já uma capa feita com cortina de banheiro é perfeita para esconder a coluna do tanque de lavar roupa. Além de dar uso à parte inferior e ainda acrescentar um toque de cor ao ambiente.

10. Por que não trazer um pouco de vida para a área de serviço da sua casa? Basta um vaso com plantas ou flores é uma ótima forma de amenizar a aridez do ambiente e torná-lo mais acolhedor.

Por fim, conhece mais alguma dica de decoração, DIY ou truque para organizar a lavanderia e deixar o espaço mais funcional? Compartilhe com a gente nos comentários abaixo.


Imagens: Maegan Tinter

*Este post foi feito em parceria com OMO | Não é publi!


0





© Casa das Amigas 2020, Todos os direitos reservados.