CDA Projetos - arquitetura & interiores Download: Calendário 1º trimestre de 2021

Resultados da Busca: 58 resultados para “restaurante”


24/10/2017
CONHEÇA OS VENCEDORES DA 3ª EDIÇÃO DO PRÊMIO OXFORD DE DESIGN

 A Oxford, maior fabricante de porcelana e cerâmica de mesa das Américas, anuncia os vencedores da 3ª edição do Prêmio Oxford de Design, onde convidou pessoas de todo o país a desenvolverem uma estampa de um aparelho de jantar.

Com o tema A Cultura Gastronômica ao Redor do Mundo, o concurso recebeu artes de todo o país entre 19 de setembro e 9 de outubro. Os 30 finalistas foram selecionados por votação do público e um time de jurados definiu os três melhores projetos. O júri foi formado pela dupla de designers Rodrigo Brenner e Maurício Noronha, da Furf Design Studio; o chef Rodrigo Oliveira, do restaurante Mocotó; e a influencer Lucila Turqueto, do site Casa de Valentina.

A grande vencedora do concurso foi Juliana Lisboa Santana, com o projeto “Seja onde for, a comida nos une”. De Vitória, no ES, ela criou um conjunto inspirado nos grãos cultivados por diversas culturas ao redor do mundo.

“Na mesopotâmia veio o trigo, depois o arroz no Oriente e o milho nas Américas. Esses cereais constituíram a base alimentar de boa parte do planeta. O design da coleção homenageia essa história e lembra que, seja em qualquer cozinha no mundo, comer será um ato social de aquecer o coração”, afirma a criadora. Além de ganhar um prêmio de R$5.000,00, Juliana terá sua linha numerada e produzida para ser comercializada no e-commerce da Oxford.

Em segundo lugar, foi eleito o projeto “Gastronomie”, de Ana Carolina Carneiro Batista. O conjunto apresenta a gastronomia como um fluxo contínuo de troca de experiências e culturas. “A gastronomia é representada por uma linha reta que passa por todas as peças do jogo, partindo da Grécia Antiga – de onde surgiu sua definição, passando pela França – uma das escolas culinárias mais importantes do mundo, e, assim, se espalhando pelo mundo”, explica.

De Salvador, na Bahia, Mayane Carvalho conquistou o terceiro lugar com sua obra “Bocapiu”, nomeada em homenagem a um tipo de sacola artesanal de palha. “Encontrada em feiras, o Bocapiu permite acomodar tudo o que o freguês precisa, num único amparo. Ele entra vazio e sai abastecido de cores, aromas e texturas. As feiras, espaços universais que nutrem a produção gastronômica, ofereceram ao projeto essa atmosfera inspiradora”, conta. O design ainda teve referências a alimentos oriundos de feiras através da técnica manual do carimbo.

Sobre as edições anteriores 

A primeira edição do concurso nacional aconteceu em 2015. Para o júri contou participação de Adriana Barra, Ana Strumpf e Maurício Arruda. O ganhador foi Raphaell Valença, designer sergipano que inspirou sua produção na tradicional festa dos Lambe-sujos e Caboclinhos, realizada anualmente no município histórico de Laranjeiras e que remonta ao período do Brasil Colônia. A festa representa a luta entre negros dos quilombos – os ‘Lambe-Sujos’ – contra os índios – os ‘Caboclinhos’ – mandados pelos brancos para destruir os quilombos.

Já a segunda edição, realizada em 2016, teve como jurados a designer gráfica Joana Lira, a estilista Isabella Giobbi e os designers Paulo e Carol da Fetiche Design e do canal Tente Isso em Casa. O projeto ganhador foi o “Manifesto Natural”, da designer catarinense Beatriz Coppola, inspirado em elementos do mármore, madeira, concreto e ouro.

www.premiooxforddedesign.com.br

Sobre a Oxford 

Fundada há mais de 60 anos em São Bento do Sul (SC), a Oxford Porcelanas S/A é a maior fabricante de porcelana e cerâmica de mesa da América Latina, desde 2010 fabricante do puro cristal feito à mão da marca Oxford Crystal e em 2015 entra no mercado de panelas com a marca Oxford Cookware. Atua no mercado a partir do conceito de sustentabilidade, que permeia todas as suas atividades, passando pelo compromisso com a qualidade e responsabilidade social. Produz aparelhos de jantar, xícaras de chá/café, taças, copos, panelas e complementos através das marcas Oxford Porcelanas, Oxford Daily, Oxford Crystal, Oxford Cookware, Oxford Promocional e

Biona. Suas peças são encontradas em lares de todo Brasil e em mais de 60 países. Sites: www.oxfordporcelanas.com.br

* Texto e imagens: Divulgação


0


13/05/2017
Flying Sushi: sushi em São Paulo

Final de semana tem dica para quem também gosta de sushi, hoje o post é sobre o restaurante Flying Sushi, que possui várias filiais aqui em São Paulo.

Os restaurantes da rede possuem ambientes simples, estilo “clean” (aliás, uma combinação boa para japas, não é mesmo?), com atendimento muito bom. As casas ficam abertas até às 23h, o que é ótimo para o pessoal que gosta de “morcegar” e comer sushi tarde da noite.

Além das comidas serem lindas, são deliciosas! Tudo é bem fresquinho, e a casa oferece à la carte, rodízio e também tem serviço delivery, caso queira comer no conforto de casa. No rodízio (que gira em torno de R$50), é possível escolher o simples, ou por mais R$10 terá direito ao sorvete Häagen-Dazs demais não? Mas atenção, o que inclui sorvete só vale se você participar do rodízio que inclui sushi, ok?

Além da grande variedade de sabores de sushi, a casa oferece onigiri, sashimi, yakisoba, gyoza  nas opções frito e cozido ao vapor, rolinhos (espetaculares, por sinal!), uramaki, temaki (com a alga crocantinha do jeito que a gente gosta) e muito mais. Então, se você curte um japa, vale muito a pena conhecer o Flying Sushi, até porque é uma casa queoferece qualidade sem custar os olhos da cara.

Imagens via Instagram/flying_sushi

* Unidades: Rua Dr. Amâncio de Carvalho, 303 – Paraíso | Av. Min. Laudo Ferreira de Camargo, 228 – Butantã | Rua Botucatu, 693 – Vila Mariana | Rua Dr. César, 462 – Santana | Rua Cardoso de Almeida, 613 – Perdizes | Av. Giovanni Gronchi, 2.989 – Morumbi | Al. Jaú, 1.567 – Jardins | Rua Goiás, 108 – Higienópolis | R. Hilário Furlan, 93 – Berrini | Rua Pires da Mota, 437 – Aclimação


0


19/04/2017
AccorHotels celebra o Dia da Terra!

No dia Internacional da Terra, 22 de abril, os colaboradores da AccorHotels, nos 95 países onde a empresa atua, celebram o Planet 21 Day, um momento para discutir e promover atividades relacionadas ao programa global de sustentabilidade da empresa, também conhecido por Planet 21. “É um momento de conscientizar e celebrar as ações que estamos desenvolvendo para contribuir com o meio ambiente e a sociedade. Este ano vamos evidenciar a importância da alimentação balanceada para uma vida mais saudável”, explica Antonietta Varlese, VP de Responsabilidade Social da AccorHotels América do Sul. Na Sede da empresa, em São Paulo, tiveram diversas oficinas abertas aos colaboradores como alimentos sazonais e produção local, cosméticos naturais e como montar terrários.

Nós fomos convidadas pela Accor pra participar de uma oficina em comemoração do Planet 21 Day na sede da empresa, em SP: uma oficina de terrários! Quem acompanhou pelo instagram?

A sustentabilidade na AccorHotels também vai além das ações de reciclagem, economia de água e fontes alternativas de energia nos hotéis da rede. Um exemplo é auxiliar de cozinha do ibis Copacabana Posto 2, no Rio de Janeiro, Vicente Nunes. Ele é estudante de Gastronomia no Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM), e no ano passado, em paralelo às aulas da faculdade, fez um curso sobre sustentabilidade de alimentos com ênfase em como aproveitá-los integralmente. “Hoje em dia, não existe nenhuma casca ou caroço que não podemos comer e, muitas vezes, esta parte tem ainda mais propriedades nutritivas que a própria fruta”, afirma o jovem de 26 anos. A casca da laranja, por exemplo, tem mais vitamina que a laranja, e a casca da banana, mais potássio do que a fruta.

Os conhecimentos que Vicente adquiriu no curso lhe deram confiança para aceitar o desafio proposto por seus gestores de estimular os colaboradores do hotel a consumir as frutas disponíveis a eles. “Começamos a trabalhar com frutas de época, reforçamos os benefícios de cada uma delas e, de repente, comecei a dar pequenas palestras sobre como aproveitar melhor os alimentos”, lembra Vinícius. Nos encontros – que têm de 10 a 12 colaboradores do hotel – ele leva um prato feito por ele, todos comem e, em seguida, a receita é compartilhada. “Levei uma torta integral feita à base de arroz amanhecido e talos de legumes que seriam jogados no lixo”, conta. Mas, o grande sucesso do auxiliar de cozinha foi o hambúrguer de banana. Ele, que nunca revela quais os ingredientes usou antes da degustação, garante que ninguém sentiu o sabor da casca da banana usada no lugar da carne bovina. “Higienizei e descasquei a casca, coloquei no processador com bastante tempero e ela virou uma massa. Montei os hambúrgueres, pus na chapa e servi com pão, alface e tomate”, lembra com orgulho.

No Novotel Jaraguá, em São Paulo, foi instalada uma Kombi que vende produtos orgânicos. “Fizemos uma parceria com a komborgânica, e agora podemos oferecer, tanto aos hóspedes quanto ao público do entorno, alimentos mais saudáveis”, conta Ewerton Camarano, Gerente Geral do hotel, que fica no centro da capital paulista. O Novotel Jaraguá é um exemplo de práticas sustentáveis: há nove meses, implementou uma horta urbana em seu prédio, que fornece temperos naturais a vários dos pratos de seu restaurante.


Texto: Divulgação / Fotos: Edu Leporo e CDA


0


27/02/2017
Cinema antigo vira edifício com apartamentos no estilo escandinavo

Que tal dar um novo uso para um cinema antigo? Foi exatamente isso que fizeram em Estocolmo, na Suécia: transformaram um dos mais antigos cinemas da cidade em um edifício com pequenos apartamentos de luxo e também um restaurante, preservando algumas características originais da edificação, como fachada e parte do layout.

O prédio, datado de 1932, foi então reformulado pela designer Monica Förster e pelo arquiteto Andres Martin-Löf, e agora conta com apartamentos de espaços integrados, como sala de estar, jantar e cozinha, um quarto com um pequeno escritório e também um banheiro. O design escandinavo foi o escolhido para o projeto de interiores dos ambientes, trazendo com isso o uso de cores claras e neutras, como branco, off white e tons claros de madeira, dando aconchego e conforto pro espaço. Além disso, foi fundamental o aproveitamento da luz natural em abundância, outra característica desse estilo.

Um dos maiores desafios desse projeto, foi manter as características da edificação, porém criar um ambiente acolhedor, e que tivesse harmonia com o design contemporâneo. Foi fundamental para manter o espaço luxuoso, que os materiais escolhidos tivessem alta qualidade e que fossem também funcionais. Quem moraria aí?

Fotos: Designboom

Instagram ♥ Pinterest ♥ Facebook ♥ Twitter ♥ Youtube ♥ Bloglovin ♥ Snapchat: casadasamigas

♥ Nosso escritório: CDA projetos ♥ Nossa lojinha:  Casa das Amigas {decoração & papelaria}


0


25/01/2017
A fantástica fábrica de… Sorvetes!

Não cansamos de mostrar por aqui lugares incríveis para visitar no dia a dia, ou numa viagem especial. Hoje vamos falar sobre uma sorveteria que queremos conhecer já (logo ali), na Espanha! A Rocambolesc Gelateria conta com 4 unidades na Espanha, sendo a primeira em Girona, uma Platja d’Aro, outra em Barcelona e a última em Madri. Os donos são ninguém menos que os mesmos de um dos melhores restaurantes do mundo, o Celler de Can Roca, e queriam que os clientes tivessem uma experiência diferenciada com sorvetes! O projeto fica por conta do Tarruella Trench Studios.

Sorvetes-Rocambolesc-01

Sorvetes-Rocambolesc-02

Sorvetes-Rocambolesc-03

A vontade de voltar pra Espanha já é imensa, e essa gelateria com certeza vai pra lista do “Must visit” por lá hahaha O charme do lugar é incrível, remete realmente a uma fábrica antiga, cheia de apetrechos divertidos, elementos clássicos, lúdico… Apenas para finalizar: os sorvetes são verdadeiras esculturas, e alguns são cobertos por algodão doce! OMG! #partiu

Sorvetes-Rocambolesc-04

Sorvetes-Rocambolesc-05

Sorvetes-Rocambolesc-06

Fotos: Meritxell Arjalaguer

Rocambolesc Gelateria: Site | Instagram

avatar-03

Instagram ♥ Pinterest ♥ Facebook ♥ Twitter ♥ Youtube ♥ Bloglovin ♥ Snapchat: casadasamigas

♥ Nosso escritório: CDA projetos ♥ Nossa lojinha:  Casa das Amigas {decoração & papelaria}


0


16/11/2016
Brigadeiro – doceria fofa e romântica em SP

Lembram que semana passada mostramos o La Quiche? Um restaurante lindo com decor super criativa e diferente em SP? Depois do nosso almoço ficamos com vontade de comer um docinho, claro, e saímos em busca de mais um lugar fofo para conhecer e comer hahahah #cdaengorda…Foi aí que encontramos a doceria Brigadeiro,  super fofa e romântica.

brigadeiro-02

Foi muito engraçado hora que chegamos, estávamos em dúvida se comíamos uma eclair na cafeteria da frente ou um brigadeiro, afinal havíamos acabado de almoçar e só queríamos um docinho e um café pra adoçar a boca…Pensamos “vamos de brigadeiro porque é menor”, mas aí hora que entramos na cafeteria nos deparamos com um brownie e não resistimos, as gordinhas foram logo pedindo o brownie! hahahaha

Fora a gordice, ficamos encantadas com o lugar! Uma decor super fofa, com tons pastel deixando tudo mais romântico e delicado. É claro que de cara já reparamos no piso, todo colorido e já fomos tirando fotos dos nossos pezinhos kkkkk. Além das mesas, eles tem um cantinho super fofo com poltronas pra tomar aquele café delícia, cantinho super aconchegante pra passar a tarde e tomar um café entre amigas. Adoramos conhecer mais um lugar fofo e com a nossa cara em SP!!

brigadeiro-05 brigadeiro-01 brigadeiro-03 brigadeiro-04
Fotos por Casa das Amigas
Brigadeiro  – doceria e café: Rua dos Pinheiros, 230, São Paulo-SP

Se você tiver alguma sugestão de lugar pra gente conhecer em SP, manda pra gente! Já vamos anotar aqui na nossa listinha de lugares pra visitar, adoramos conhecer restaurantes e cafeterias fofas pra depois poder compartilhar com vocês.

Beijos, Cami e Lola.

  avatar-03

Instagram ♥ Pinterest ♥ Facebook ♥ Twitter ♥ Youtube ♥ Bloglovin ♥ Snapchat: casadasamigas

♥ Nosso escritório: CDA projetos ♥ Nossa lojinha:  Casa das Amigas {decoração & papelaria}




09/11/2016
La quiche – bistrot com decor criativa em SP

Quem nos acompanhou semana passada pelo insta e snap, viu que estávamos juntas, reunidas em SP. E pra quem nos segue faz tempo, sabe que estarmos reunidas é sinônimo de muitas andanças e gordices, sempre buscamos conhecer lugares diferentes para depois poder compartilhar com vocês. Se for um lugar com decor criativa então, melhor ainda!

Na saga de conhecer algum lugar legal, a Lari nos indicou um bistrot super legal e que segundo ela “era a nossa cara”… Logo que chegamos já nos apaixonamos e começamos a tirar mil fotos, o restaurante La quiche é super fofo, com uma área externa linda e cheio de ideias criativas.

laquiche-03

Guarda-chuvas pendurados fizeram toda diferença no espaço externo, e além de garantirem uma sombra para as refeições ao ar livre, deixaram o ambiente colorido e super charmoso. Mais ideias criativas fora musadas na área externa: pallets serviram como sofá e pergolado, caixas de feira como mesa de apoio, e louças foram usadas para decorar as paredes. Ideias acessíveis, sustentáveis e que combinam com áreas externas.

laquiche-05 laquiche-06 laquiche-04 laquiche-01

Além da área externa, o restaurante tem um salão super fofo e aconchegante, com uma decoração mais rústica, mas com toques românticos. Como estava muito quente, acabamos optando por almoçar dentro e ficamos encantadas com a decoração, sem falar que a comida é deliciosa!!!

laquiche-08 laquiche-07 laquiche-02

Fotos por Casa das Amigas
La Quiche: Rua Artur de Azevedo, 657, São Paulo-SP

Super lindo, não? Amamos a indicação da Lari e com certeza vale a pena conhecer. Foi uma super surpresa hora que entramos no La Quiche, porque olhando de fora nem da pra imaginar a lindeza que tem dentro!

avatar-03

Instagram ♥ Pinterest ♥ Facebook ♥ Twitter ♥ Youtube ♥ Bloglovin ♥ Snapchat: casadasamigas

♥ Nosso escritório: CDA projetos ♥ Nossa lojinha:  Casa das Amigas {decoração & papelaria}


0


22/06/2016
Visita fábrica Duratex

Duratex-07

Quem nos acompanha pelo insta e snap (casadasamigas) viu que semana passada estivemos em Bauru-SP a convite da Duratex. Com mais um grupo de blogueiras (Decor Salteado, Midá e Remobília), fomos para conhecer toda a fábrica duratex. Vimos por lá todo o processo de produção, floresta e produtos da marca. No dia em que chegamos em Bauru, fomos jantar em um restaurante/bistrô lindo, super charmoso, pra conhecer o pessoal da Duratex que nos guiaria na visita no dia seguinte: o 3 grãos. Eles também possuem uma escola no restaurante, que é uma lindeza só!

Duratex-03

Então, no outro dia, bem cedo, já saímos do hotel direto pra fábrica, que fica em Agudos. Lá tivemos um bate papo para nos mostrarem todos os produtos da marca, além de falar sobre o processo produtivo que veríamos na fábrica. Como são muuuuuitos produtos, vamos falar em um outro post, em breve. Primeiramente, o foco nesse momento foram os pisos laminados e vinílicos.. Claro que nos fizeram colocar a mão na massa. hahaha Mas adoramos, e instalamos os dois tipos de piso (laminado de clic e vinílico com cola), numa área reservada para quem vai lá fazer treinamento.

Vamos ver um pouco mais da visita à fabrica Duratex?

Duratex-03 Duratex-04 Duratex-05

As florestas são de Eucalipto, totalizando uma área de, pasmem: 270 mil hectares!

Tudo bem que são em várias cidades diferentes. A floresta da fábrica de Agudos tem “apenas” 29,7 mil hectares. Primeiramente vimos uma floresta recém plantada, estavam com 3 meses. Apenas o plantio das mudas é feito manualmente, os demais processos são todos com maquinários. O plantio é feito com 1,90m entre cada muda na mesma fila, e entre filas, a distância é de 3m, tendo assim um respiro para cada árvore.

Aliás, é importante observar que eles respeitam todas as leis, deixando 20% de florestas nativas. Além disso, tem os corredores ecológicos, para que os animais circulem entrem uma floresta e outra. O corte é feito quando a árvore tem 6 anos.

Duratex-01

Voltamos pra fábrica, colocamos nossos EPI’s e foi hora de conhecer tudo! Desde o local de armazenamento das árvores já colhidas, passando por todo o processo… Primeiramente o corte em menores tamanhos, já pré definidos pelo maquinário, os cavacos , que são secos a vapor e depois viram as fibras.

O mais legal: a fábrica não produz poluentes!

A fábrica não produz poluentes, a única fumaça vista saindo da fábrica é esse vapor d’água, resultado da secagem dos cavacos. Então, para formar um painel de MDF, essas fibras criadas formam um enorme “colchão” de fibras, 40x maior do que a espessura final do painel, e são comprimidos 2x até chegar à espessura quase final, já que são lixados posteriormente para chegar à espessura necessária. Por fim, para serem comprimidas, as chapas são submetidas a temperaturas elevadas, 200ºC, e precisam ser resfriadas antes de serem armazenadas.

Duratex-06

Também visitamos o setor que faz o “desenho” nos pisos. Ele é feito com um papel que tem o desenho do piso, e levado a altas temperaturas, e então prensado na chapa. Para os painéis, é utilizada apenas 1 camada superior e 1 inferior do papel. Mas para os pisos laminados, 1 camada inferior e 2 superiores, além da camada protetora.

Finalmente, todo o processo de embalagem dos produtos é feito ali mesmo. Tudo já é armazenado nos pallets, prontos para serem entregues aos revendedores. Infelizmente por questões de segurança, não pudemos tirar fotos e nem filmar todo o processo, por isso esse loooongo texto pra tentar descrever pra vocês.

Antes de voltar pra SP, almoçamos no restaurante A Camponesa! Uma delícia e super tradicional em Bauru. O lugar é super charmoso! Agradecemos à Duratex e também a A4&Holofote pelo convite, gostamos demais de conhecer a fábrica e todo o processo, nos mostrando como tudo é feito, além de toda a atenção que nos foi dada.

Duratex-08

avatar-03

Instagram ♥ Pinterest ♥ Facebook ♥ Twitter ♥ Youtube ♥ Bloglovin ♥ Snapchat: casadasamigas

♥ Nosso escritório: CDA projetos


0


15/06/2016
Um café minimalista no centro de SP!

cafebelugasp-01

Como essa semana a Cami vinha pra São Paulo, ficamos pesquisando lugares legais e diferentes pra conhecer. Então, descobrimos que tem um café minimalista, bem moderninho, do jeito que amamos hahaha. Ainda não fomos conhecer, mas acredito que ainda vamos essa semana. Mas claro que já vamos mostrar aqui pra vocês, pra também animarem a ir conhecer lugares novos. Esse é o Beluga Café, que fica até que perto do Copan, no centro de SP.

cafebelugasp-03 cafebelugasp-05

Quando inauguraram, o lugar ainda não estava finalizado, faltando ainda a fachada. Mas como muitos frequentadores são arquitetos, ajudavam dando palpites no projeto. Então, os donos do lugar queriam justamente que fosse uma “tela em branco”, assim como a nova empreitada deles, já que são vindos de outras áreas, como jornalismo e publicidade. Assim, a disposição dos móveis privilegiou a funcionalidade do local. Além disso, é possível acompanhar o processo de produção do seu café ali mesmo. Com o pé direito alto, a iluminação ganhou destaque e ajudou a preencher o espaço.

cafebelugasp-02 cafebelugasp-04

São os próprios donos que fazem o café, que são desenvolvidos por eles junto com os produtores do grão, e eles também que servem aos clientes, tentando mostrar um pouco mais sobre a cultura do café, e ainda incluíram alguns quitutes no cardápio. Pra finalizar, alguns objetos e cafés estão à venda, pra quem quiser levar um pouco disso tudo pra casa. Estamos loucas pra conhecer!

cafebelugasp-06 cafebelugasp-07

Face | Insta

Fotos via Casa Vogue | Não é Publi!

avatar-03

Instagram ♥ Pinterest ♥ Facebook ♥ Twitter Youtube ♥ Bloglovin ♥ Snapchat: casadasamigas

♥ Nosso escritório: CDA Projetos

 




08/06/2016
Padoca do Maní

Hoje é dia de contar, ou melhor, mostrar pra vocês um dos lugares que conhecemos semana passada em SP e que ficamos apaixonadas… A Padoca do Maní.

Toda vez que eu, Cami, vou para SP visitar a Lola, nós sempre procuramos ir conhecer algum lugar diferente. Assim, podemos postar aqui no blog, e já tinha um tempo que havíamos comentado da Padoca, até que deu certo de ir… Logo que chegamos inegavelmente já ficamos super encantadas pelo lugar.. São muitos detalhes lindos!

padoca-03

Somos apaixonadas por tijolinhos… E a parede da fachada, combinada com as luzinhas, hortinhas e esquadrias na cor azul, ganharam nosso coração. Sentamos e ficamos tentando ver cada detalhe enquanto aguardávamos nosso café, que aliás estava uma delícia… Reparem que até a maneira de servir é charmosa, em bandejas personalizadas e com a cara do local.

padoca-02

Dentro da Padoca mais detalhes: tubulação aparente, tijolinho, madeira de demolição e móveis antiguinhos, mas o charme mesmo está nos produtos expostos… Coisa mais linda da vida, vale super a pena conhecer!

padoca-01 padoca-05 padoca-04
Imagens via Casa Vogue e Casa das Amigas | Não é publi!

avatar-03

Instagram ♥ Pinterest ♥ Facebook ♥ Twitter ♥ Youtube ♥ Bloglovin ♥ Snapchat: casadasamigas

♥ Nosso escritório: CDA projetos


0




© Casa das Amigas 2020, Todos os direitos reservados.